Confira as 4 dicas para escolher o truck de skate certo!

Independente de levar o skate como um esporte, ou apenas uma paixão descompromissada, você bem sabe que cada componente nele faz toda diferença durante as manobras. Shape, rodas, lixa e rolamentos podem ser escolhidos de forma personalizada, mas para o truck de skate, ou eixo, é preciso uma atenção redobrada.

Essas peças são produzidas com liga de alumínio e, com a ajuda de 8 parafusos e 4 porcas, desempenham o papel de prender as rodas do skate e garantir a estabilidade de quem está sobre elas. Muito além da sua importância estrutural para a montagem do skate, esses eixos estão ali para garantir máxima segurança e conforto.

rodas de skate spitfire tables

Apostar no truck certo vai mudar completamente sua relação com o skate, por isso, é preciso se atentar a essa necessidade. Pensando nessas dificuldade para encontrar a peça correta para o seu skate, a Postal Skate Shop separou 4 dicas que vão te guiar nessa escolha da melhor forma possível. Vem conferir!

Conheças as partes do truck de skate

Como já comentamos aqui, os trucks são peças metálicas que desempenham a função de unir as rodinhas às tábuas do shape, mas essa não é sua única utilidade. Eles também são comumente utilizados para dar apoio a manobras de grind e precisar estar bem posicionados para promover uma evolução ao skatista.

Antes de garantir as principais dicas para como escolher o truck do seu skate, é importante conhecer quais peças compõem esse equipamento, assim fica mais fácil compreender sua importância e encaixar a opção certa para suas expectativas. A base do truck da o suporte para ligar a peça ao shape, com porcas e parafusos.

Já o hanger, que é a parte mais robusta do truck, é utilizado basicamente para oferecer estrutura, conexão e o ponto de contato para as manobras de grind. Outro componente essencial do truck é o kingpin, que funciona como um parafuso central em uma dimensão maior unindo todas as partes.

Duas peças que são indispensáveis, e delimitam a segurança do skate, são as gomas e o pivot cup. As gomas, ou bushings, são do que borrachas que amortecem cada passo no skate com resistência. Elas podem ser produzidas com diferentes capacidades, por isso é importante saber qual desempenha o melhor papel dentro de tudo cada um deseja alcançar.

Apesar de ser pequena, o pivot cup também faz total diferença na funcionalidade do truck, por isso, é importante mantê-la sempre em bom estado. Esse cone de borracha está localizado na base do truck, e quando desgastado, pode promover uma folga muito grande no encaixe do hanger, e por consequência, desequilíbrio e instabilidade.

O que influencia a escolha do seu truck de skate?

Agora que conhecemos as principais partes que compõem o truck, é importante saber que existem 4 fatores que influenciam completamente na hora de escolher o modelo certo para o seu skate. Tamanho, altura, construção, materiais, amortecedores, parafusos e opções especiais são os guias antes de comprar.

  • Com o truck, tamanho é documento!

Quando falamos sobre a escolha do truck, o tamanho é um dos fatores mais importantes para eliminar e adicionar opções. Nesse momento, pense nas dimensões de shapes que você costuma usar, ou no caso, que deseja aprender novas manobras. Modelos como o cruiser e o longboard, por exemplo, funcionam com outras prioridades.

independent jason jesse pro hollow stage 11 skateboard truks matte

O truck não pode ultrapassar esse tamanho, mas também, ele não deve ser desproporcionalmente menor, por isso, busque a opções que mais equilibra os dois componentes. Aqui na Postal trabalhamos com marcas nacionais e internacionais, como a Indepent, por isso, atente-se a como as metragens são pensadas.

As opções brasileiras apresenta o tamanho dos trucks em milímetros, variando sempre entre 129mm e 169. Já nos EUA, essas medidas são em polegadas, e costumam ir de 5 a 6 para diferentes tamanhos.

  • Preste atenção na altura!

Além de pensar no tamanho do truck que mais se encaixa no tipo de skate que você usa, a altura também pode fazer muita diferença na usabilidade. O eixo pode ser classificado  como baixo, médio e alto. Normalmente, quem opta por um truck low, ou baixo, é a galera do street, porém, não existe uma regra gravada sobre o assunto.

O mais importante na questão da altura é equilibrar as necessidades e escolher a opções que garanta estabilidade e segurança. Observar o tamanho das rodas, para escolher uma altura de truck que não encoste no shape na hora das curvas pode fazer toda diferença, tanto para evitar quedas quanto para retardar o desgaste das peças.

  • Construção e materiais fazem diferença

truck cisco 149 preto e amarelo

Mesmo que, de um modo geral, os trucks são feitos de alumínio e aço, ainda é possível encontrar algumas outras opções no mercado atual. O titânio e o aço escovado também constroem eixos de qualidade, mas a real diferença aqui é no tipo de terreno que você costuma andar de skate.

Vai exercer muita pressão sobre seu skate? Metais mais pesados são indispensáveis. Agora, se você é do time de gosta de manobras aéreas e precisa de um acessório mais leve, a construção oca é perfeita para impulsionar flips e manobras.

  • Não se esqueça do amortecedor

Pois é, ele é quase sempre ignorado por muitos skatistas, mas a diferença que as pequenas borrachas do amortecedor fazem é bem grande. Preso ao parafuso central do truck, é ele que vai “segurar a onda” quando você estiver em cima do skate realizando manobras, ou apenas andando pela cidade.

Eles normalmente são feitos com o mesmo material das rodinhas, o poliuretano, e desempenham um papel fundamental para curvas suaves e volta à posição inicial de cada movimento. O feeling aqui é a regra básica para escolher o seu amortecedor, então pense sempre em como, quando e onde você usa se skate.

O mundo dos trucks de skate pode ser considerado infinito, com suas opções invertidas, que simulam os movimentos do surf e até mesmo com suspensões, é fiel encontrar aquele que mais combina com seu skate favorito. Conheça as peças da Postal e confira mais dicas e novidades aqui no blog.

Até o próximo post! 

Deixe um comentário