Skate para iniciantes: Conheça 7 manobras com a Postal!

Idealizado em 1950, o Skate surgiu de surfistas californianos que estavam cansados de esperar por ondas melhores. Então, com um pedaço de madeira e quatro rodinhas de patins, eles começaram tentando realizar, fora das águas, as manobras do surf. E, com o tempo, o esporte foi ganhando vida própria e se consolidando aos poucos.

E, bem, desde que a nossa fadinha Rayssa Leal roubou o coração dos brasileiros nas olímpiadas de 2021, o skate voltou na boca das pessoas como nunca. Agora parece que uma galerinha nova se interessou pelo esporte e tem vontade de se aventurar sobre essas quatro rodas e, nós, da Postal, estamos aqui para apoiar esses novos aspirantes a skatistas a começar no nível certo!

Por isso, confira o conteúdo que preparamos especialmente para quem ainda está engatinhando no skate:

Partes do skate

Para que você não pense que estamos falando em grego com você, trouxemos os nomes das partes do skate, o que vai te auxiliar durante a explicação das manobras. Está pronto? Então, bora lá.

  • Prancha ou Tábua: é parte de madeira, onde você pisa;
  • Tail: é a parte elevada de trás da Prancha;
  • Shape: é a parte elevada da frente da Prancha;
  • Treco ou Truck: É o parte de metal que sustenta a prancha e prende as rodas.

7 manobras para incitantes

Olha, skateboarding não é fácil, isso não é nenhum segredo, mesmo assim as manobras não são exatamente tão complicadas quanto parecem. O que queremos dizer é que, na realidade, as manobras são nada mais do que a junção de alguns movimentos básicos do skate. Por exemplo, nossa fadinha ganhou um 8,5, que garantiu a vitória na categoria Sallt Lake City na Liga Mundial de Shake, com uma manobra super difícil que não era nada mais que a junção de duas manobras comuns: o kickflip e o rockslide.

Não sabe do que se trata cada uma delas? Não se preocupe, nós vamos explicar. A seguir você confere uma lista com algumas manobras para iniciantes.

Ollie

Essa é a primeira que você pode aprender, ela é bem simples de explicar e executar, mas iniciantes pode levar um tempinho para pegar o jeito, o que não tem problema. Essa manobra é basicamente pisar na parte traseira do skate, o chamado tail, e pular logo em seguida.

O seu pé dianteiro deve ficar no shape, que é a parte da frente, para que você consiga pisar com os dois pés na prancha, ao mesmo tempo. Isso vai te ajudar a se equilibrar quando o skate tocar o chão novamente.

Pratique em lugares espaçosos e longe de elevações, para que você não corra risco de bater sua cabeça, caso sofra alguma queda. É importante que você tenha materiais de segurança, para que possa aprender sem ferimentos, você pode conferir nosso blogpost sobre equipamentos de proteção para skatistas.

Pop Shove-it

Ok, vamos tentar explicar esse aqui de maneira mais simples. Pense nos movimentos do Ollie e acrescente uma coisa no meio. Então, você vai fazer o salto, como indicamos anteriormente, mas ao invés do seu pé dianteiro ir direto para o shape, ele vai chutar a shape para a esquerda, enquanto simultaneamente o seu pé traseiro vai chutar o tail para direita.

Com isso o seu skate vai girar 180º e logo em seguida você deve por os dois pés próximo as extremidades, para pousar com equilíbrio.

Kickflip

Chegamos no mencionado anteriormente, kickflip. Esse passo também usa os movimentos do Ollie e acrescenta algo no meio. Nesse caso, você vai escolher entre rodar o skate 360º com o pé dianteiro ou o traseiro, ambos funcionam, mas você deve escolher um para aprender primeiro.

Depois de pular, como já explicado, você vai passar o pé pela borda levantada (se você fez com o pé da frente, você faz isso na borda da frente) e isso vai ajudar o skate a fazer a rotação. Quando ele parar de girar, você coloca os dois pés na mesma altura, para pousar com ambos e evitar de cair.

Rockslide

Esse é bem famosinho e todo mundo já quis fazer isso um dia. É a bem conhecida manobra no corrimão. Basicamente você vai saltar como no Ollie, próximo à barra, e deixar que seu skate deslize pela extensão. É importante que sua prancha esteja na diagonal, porque é dessa maneira que você vai conseguir se equilibrar. Quando for pousar no chão, use a mesma técnica já mencionada.

No caso, quando misturamos manobras, elas se tornam ainda mais difíceis. Sabemos que é óbvio, mas mesmo assim, a probabilidade de um iniciante acertar a manobra que Rayssa Leal fez, é bem pequena. Mas com tempo e pratica, nós sempre podemos chegar lá.

Manual

Essa manobra é mais simples, mas não quer dizer que seja exatamente fácil. Ela consiste, basicamente, em se locomover no skate apenas usando as rodas de trás. Não tem muito segredo, aplique uma certa pressão no Tail e se mantenha com a parte da frente suspensa.

Nollie

Essa aqui é uma variação do Ollie, mas consiste em te tirar da zona de conforto e te levar a fazer as coisas meio ao contrário. Nesse caso, você dá impulso no pé da frente e pula com o de trás, e depois pousa normalmente. Simples, mas complicado ao mesmo tempo. Ah, e esse pulo não precisa ser alto, ok?

Frontside Ollie

Como eu disse, as manobras do skate são todas uma variação umas das outras, esse por exemplo, se consiste basicamente em pisar na parte traseira do skate, pular e logo em seguida puxar a prancha e fazê-la ir ao contrário. Dessa forma o seu pé traseiro termina sendo o seu pé dianteiro e vice-versa. Um pouco confuso, né? Tudo bem, aos poucos você pega o jeito.

Nós da Postal Skate Shop esperamos que essas dicas e explicações tenham te ajudado na sua caminhada para aprender a andar de skate. Lembre-se, você não precisa ser incrivelmente bom para gostar de algum esporte, você só precisa se divertir enquanto o pratica, ok? Se você gostou, compartilhe com seus amigos que também estão com vontade de começar suas aventuras em skates e até a próxima!

Deixe um comentário