Filmes de skate que você precisa assistir

O skateboarding sempre andou lado a lado com a cultura do vídeo. Muitos diretores de renome começaram sua jornada fazendo takes e edições insanas de grupos de skatistas independentes. Cinema e skate fazem parte da história um do outro, não tem como negar!

Levou um tempo até que Hollywood aceitasse e incorporasse os filmes de skate, mas desde de antes do estrelato nas graças do público, já havia filmes de skate que fizeram a cabeça inúmeras pessoas ao redor do mundo, e continuam a fazer! Quem sabe algum dos filmes desta lista não te inspire, também?

A cultura do vídeo no skateboard

A história do skate é uma jornada pela cultura jovem norte-americana do final do século XX: a formação de grandes comunidades, muitas vezes suburbanas e marginalizadas, que transformaram os cenários e a vivência urbana.

O skate se tornou muito mais que um esporte, mas uma verdadeira referência de comunidade, de estilo de vida, de estética artística; o cinema, como um dos maiores veículos da arte nos dias de hoje, também incorporou nos filmes de skate diversos fragmentos desse estilo de vida, das mais diferentes formas:

Checklist cinema + skate: filmes pra ver hoje!

Você pode conferir todos os filmes da nossa lista no IMDB, ler as opiniões e encontrar as plataformas em que estão disponíveis:

Dogtown & Z-Boys (Stacy Peralta – 2001)

Stacy Peralta reconta com detalhes profundos a criação e a jornada de uma das crews de skate mais épicas, a Zephyr e seus Z-Boys, que se formaram no bairro chamado por Dogtown, em Venice, um lugarejo ao sul da Califórnia repleto de perigos e sonhos.

Capa do filme Dogtown and z Boyz com skatista descendo ladeira

A riqueza documental e o estilo original são dever de casa para qualquer skatista que busca inspiração para se lançar no skate e formar uma crew com os amigos. Com relatos de diversos skatistas clássicos do movimento, o documentário recebeu diversos prêmios e encabeça qualquer lista de filmes de skate que exista!

IMDB: 7,7 

Street Dreams (Chris Zamoscianyk – 2009)

Um drama completo sobre a cena midwest do skateboard. Paul Rodriguez Jr., o lendário skatista faz o papel de Derrick Cabrera, um jovem que sonha em atingir o nível pro e conseguir um patrocínio. Derrick têm grandes tricks e aspirações, mas tudo conspira contra seu sonho: os pais, a namorada e seu nêmesis no skate.

Depois de ser detido por andar em propriedade privada, todos dão as costas para o sonho de Derrick, que resolve fugir para participar de um concurso de skateboarding em outra cidade. O filme se concentra nessa jornada durante um final de semana.

IMDB: 6,1

Thrashin’ (David Winters – 1986)

Antes de Dogtown virar um sucesso absoluto, Thrashin’ ou “Em Ritmo de Skate”, no Brasil, certamente foi o filme mais popular da categoria. O jovem Josh Brolin interpreta um skatista preso entre o fogo cruzado da disputa de duas gangues. Apaixonado pela irmã do líder da gangue rival, os dois lutam para apaziguar a disputa.

O filme se tornou um grande clássico cult do cinema, especialmente na comunidade do skateboarding, tendo a aparição de diversos skatistas famosos e dos membros do Red Hot Chilli Peppers.

IMDB: 6,7

Lords of Dogtown (Catherine Hardwicke – 2005)

Abrimos a lista com o documentário produzido pelos membros dos próprios Z-Boys, e não poderíamos deixar de citar esse clássico absoluto do gênero. Lords of Dogtown é um filme extremamente bem produzido e atuado, repleto de referências e produzido com a benção dos próprios membros da Zephyr.

Capa do filme Lords Of Dogtown com pessoas subindo alambrado

Um clássico absoluto que dispensa apresentações. Se você se interessa por skate, é muito provável que já tenha assistido e reassistido esse filme.

IMDB: 7,1

Wheels of Fire (1987) & Streets on Fire (1989) – Santa Cruz Skates

O skate sempre amou a cultura do vídeo. As técnicas de filmagem e edição sempre foram muito originais e acabaram forjando muitos grandes cinematógrafos de carreira graças ao experimentalismo e capacidade de filmagem que a comunidade precisava masterizar.

A Santa Cruz Skateboarding sempre foi uma das mais tradicionais marcas de streetwear e equipos, e seus vídeos, desde muito cedo, fizeram parte da vanguarda dos filmes de skate, que são muito consumidos pela comunidade, que ama e adora produzir os seus próprios.

IMDB: N/D

Skate Kitchen (Crystal Moselle – 2018)

Skate Kitchen é um filme que aborda algo que às vezes parece negligenciado: a comunidade feminina do skateboarding.

Capa do filme Skate Kitchen

O filme acompanha a história de Camille, que vivia uma vida solitária e despropositada até conhecer uma comunidade acolhedora de skatistas e descobre com elas a fraternidade que o skate causa.

IMDB: 6,8

Video Days (Spike Jonze – 1991)

Não brincamos ao dizer que a criatividade e o experimentalismo do skateboard cria diretores de peso. Spike Jonze dirigiu alguns vídeos de skate street na juventude, mas nenhum foi tão impactante e icônico quanto Video Days.

Esse filme é o Santo Graal dos vídeos de skate até os dias de hoje.

IMDB: 8,0

E aí, gostou da lista? Conhece mais filmes que valem a pena ser compartilhados? Comente na postagem e vamos aumentar essa seleção. Aqui no blog da Postal Skateshop você encontra diversos materiais sobre skateboarding – e na nossa loja, o melhor do streetwear e artigos de skate!

Deixe um comentário