Tipos de pistas de skate que você precisa conhecer 

Qual será o tipo de pista de skate ideal para você mandar suas melhores manobras? Consegue visualizar? Deixa que a gente te ajuda!

Com a crescente do skateboarding, cresce também as propostas de layouts das pistas. Assim, pistas bowl, half pipe e street aparecem como as principais pistas para a prática de skate.

É nessa pegada que começamos mais um TOP 5 aqui no blog Postal. Vem com a gente conhecer as principais especificidades de pistas para sua sessão.

As 5 modalidades mais conhecidas de pistas de skates 

Em via de regra, pistas de skate podem ser construídas tanto em madeira quanto em concreto. No entanto, o mais recomendado é a utilização do concreto, devido a maior durabilidade e facilidade de manutenção. Os solados de madeira tendem a se desfazer com maior facilidade, sendo mais recomendados em pistas cobertas.

Mas, muito além do material, o que devemos conhecer são os diferentes tipos de skatepark. Diante da diversidade de modalidades de skateboarding, encontramos pistas que possuem especificidades e particularidades para melhor se alinhar com o perfil dos skatistas.  

Bora conhecer algumas?

Street

Em linhas gerais, as pistas de skate street são inspiradas em vias urbanas, portanto, são planas e cheias de obstáculos como caixotes, rampas, pirâmides, escadas, palcos, hidrantes e corrimãos. São criadas na tentativa de emular as ruas das cidades e seus elementos de dificuldade.

Half Pipe

O Half Pipe é conhecido pelo seu formato em U. Com paredes elevadas que podem alcançar 4 metros e bordas metalizadas, esta pista é ótima para manobras aéreas. É a tradicional pista da modalidade vertical.

Feitos de 2 quarters e 1 flat, com uma trecho de 90º ao fim das rampas, os Half Pipes são encontrados, em sua maioria, em madeira skatelite, porque absorvem melhor o impacto das rodas do skate. Além disso, possibilitam aos atletas alcançarem velocidades insanas. 

Mini Ramp

A Mini Ramp é uma pista que muito se assemelha visualmente ao Half Pipe, no entanto, possuem transições menores e podem ser construídas em concreto ou madeira. A Mini Ramp ganha pontos pela sua versatilidade, podendo ser instalada em lugares de pequenas dimensões. Ideal para pegar base!

Pista de skate half pipe com laminado vermelho

Bowl

Os Bowls remontam aos primórdios do skateboarding, quando as piscinas californianas eram esvaziadas durante o período de seca e utilizadas como pistas de skate. Com paredes côncavas, os bowls revolucionaram até mesmo as manobras de skate, uma vez que a angulação de 90° de suas paredes passou a ser usada como grande facilitador.

Por serem mais arredondadas, estas pistas são muito profundas, podendo chegar até 3m de profundidade. E nem precisamos dizer que o revestimento irregular e as sinuosidades das paredes das piscinas corroboram aos skatistas lançar e recriar manobras diversificadas, não é mesmo?!

Atualmente, as pistas bowls são ótimas propostas para skatistas mais experientes. A sua forma estrutural permite que o atleta alcance maior velocidade sem que para isso tenha que remar, assim, a velocidade é determinada pelo raio de transição, enquanto o raio de curvatura determina o fechamento ou abertura da curva.

Além disso, a abertura das pistas bowls proporciona melhor visualização do público da session que está rolando, sendo uma ótima opção de pista para torneios. No entanto, uma desvantagem deste tipo de pista é o fato de que ela comporta poucos atletas por vez diferente da modalidade street que permite maior fluxo de skatistas em simultâneo.

Mega Ramp

A Mega Rampa é uma pista gigantesca que surgiu nos Estados Unidos. Lá, recebeu o nome de Big Air. Com dimensões de 110m de extensão e 27m de altura, esta é com certeza uma das maiores pistas de skate já criadas. 

Por suas dimensões espetaculares, todo mundo quer experimentar a Mega Rampa. Por isso, ela foi feita para que possa ser desmontada e transportada para várias partes do globo – inclusive para o Brasil, que recebeu essa belezinha pela primeira vez em 2008, no Anhembi.

Skatista no alto de uma mega rampa olhando para baixo

A Mega Rampa é uma pista de drop, uma vez que permite que os skatistas atinjam 70km/h. Ao pegar velocidade, o skatista é lançado por um vão de 20m de comprimento e aterrissa em uma pista. Em seguida, o atleta encara um quarter pipe vertical de 8m de altura que arremessa o skatista ao alto para lançar manobras aéreas em uma distância de 16m do solo. Louco, né?

Agora, chega junto para receber esta curiosidade. O maior medalhista do X Games, Bob Burnquist, e também o primeiro skatista do mundo a conseguir lançar um fakie 900°, tem uma Mega Rampa no quintal com 24m de altura e 170m de comprimento. Não é a toa que Burnquist é tetracampeão dessa modalidade.

E aí, rapaze, curtiram o post de hoje? Não deixem de rasgar o verbo aí nos comentários. A opinião de vocês conta muito pra gente. E já sabe, se quer ficar por dentro de conteúdos como esse, fiquem ligados nas postagens semanais aqui do blog.

Agora, corre lá e segue a gente no instagram para ficar por dentro das últimas tendências do streetwear. Só falta você!

Deixe um comentário